terça-feira, 5 de agosto de 2008

Colchas da Vó Alice


O mês de Agosto traz saudades e é um mês difíííicel demais.Era um mês de muita alegria e muita festa em casa. Muitas comemorações com meu pai, seu niver, dia dos pais,o casamento deles, meu niver e de meu avô.E de todas estas comemorações só sobrou o meu niver hoje. Por isso tento a todo custo fazer este mês alegre. Pois até então o ano passou a ter só 11 meses...para mim.Então pensei hoje prestar uma homenagem para minha avó.Uma recordação do tempo em que o ano tinha 12 meses...para mim.
Vi as fotos de suas colchas, de sua casa, do jardim onde eu e meus primos e amigas da rua brincavam de pique, mãe da rua, jogava bete e todas as brincadeiras existentes de infância e de rua.


Começo então com a casa da vovó e o jardim. A casa da minha infancia e o jardim encantado.Sem falar do quintal que era de aventuras e mais travessuras.


























Foi com minha avó que aprendi a fazer o jardim da vovó numa técnica totalmente diferente da que temos hoje. Ela tinha hexágonos feitos de lata de banha. Meu avô pediu para um senhor fazer para ela (êle fazia canecas tbém) e eu tenho comigo guardado comigo estes tesouros como uma herança. Ela cortava quadradinhos de retalhos de tecido e revestia o hexágono e passava com ferro a brasa.Tinha uma latinha de doce com água ao lado para esfriar o hexágono a cada moldagem que ela fazia.Eu me lembro do cheiro do ferro a brasa e do barulhinho do hexágono na água..hehehe


Doces lembranças.


Nenhuma dessas colchas são quiltadas.Ela nem sabia que existia isso.Mas o acabamento do avesso era todo feito a mão e a união das flores era com pontinhos caseado feito com linha de costura.E as sobras de tecido do avesso todos presos com pontos cruzados.


Vejam que shooow!!!















Estas colchas foram feitas com a coleção de tecidos do mostrurário que meu avô recebia em sua loja "A Liberty ".Vovó fez deste retangulos uma colcha para eles meados de 1900 e bolinhas.E olha só a cama centenária e o colchão é de mola. *Ü* Linda!!



Mais tesouros de minha avó!!! *Ü*















Queria tanto que estas colchas ficassem comigo.Quem sabe né?

Gostaram??Se quiserem ver mais fotos clica no titulo da postagem.Tem mais 13 fotos em meu album do webshot.

bjks da S*Ü*E



10 comentários:

Luciana disse...

lindas as colchas, estou aprendendo patch, e me apaixonei pelos seus blogs...
bjs

Sonia Novaes disse...

Que coisa maravilhosa,sua avó deveia ser mesmo uma grande artista.
Bjs

Nany disse...

Oi Su, que lindas as fotos e a recordação... e vc não vai acreditar minha avó tbm fez uma colcha igualzinha a que vc mostrou com fundo marrom e hexagonos coloridos (na mesma cor ainda).... Nossa me veio tbm a lembrança dela....

Bjs

e Parabéns!!!

Natércia

Sunbonnet Sue disse...

Oi Nany que alegria saber que vc tbém teve uma vovó que fazia flores. Vc aprendeu com ela a fazer??Estas colchas marcam nossa infancia né mesmo??obrigada opr comentar sua história.Se a colcha ainda existir tira uma foto e mostre para gente.
Doces lembrança amiga..Nós duas temos isso *Ü*
bjks e volte sempre

retalhos lindos disse...

Fiquei apaixonada! Realmente nossas avós nos deixaram vário legados, acho que foi com a minha que aprendi a curtir tecidinhos, na minha infancia, quando passava com ela, vovó me ensinou a fazer tapetinhos de retalhos, e eu curtia aquilo como uma festa. Viva nossas Vovós! Passeio pelo teu blog e me encanto. Beijinhos Ligia, Retalhos Lindos...

andréa palhano disse...

Suely,
A-M-E-I seu blog! Também tive uma avó (Alzira, minha linda!) que costurava muito... eu costumava ficar sentada na grade do fundo da Singer dela e ela costurava e eu balançava!!! Sou principiante na fantástica arte do patchwork, e confesso, não tenho feito muitas cosias, pois, estou preso nesses blogs lindos, seu, da Vera, da Valéria, enfim.... Adorei suas fotos e histórias.
Beijos e parabéns!

Sunbonnet Sue disse...

Ligia
Nossa eu estou curtindo muito ler um pouco das hist´rias de voces com suas vovós.sabe que para mim tbém era uma festa ver vovó com seus quadradinhos coloridos e de repente eles viravam uma flor. este tapate de retalhos deve ser lindo. Vc ainda tem algum?
Com certeza os retalhos usados eram sobras de nossas roupas. Qta recordação menina.
Obrigada viu?bjus

Sunbonnet Sue disse...

Andréa
Q-u-e b-o-m saber que vc a-m-o-u meu blog.rs Adorei saber que vc tbém teve uma história com sua vovó Alzira.Achei graça de saber que vc balançava na grade..rs.É tão gostoso qdo lembramos uma fase de nossas vidas com nossos avós.Pena que eles não são eternos.Só em nossas lembranças.
Fico feliz de saber que vc tbém esta entrando em nosso mundo do Patch.Ele é fascinante e existem muitos blogs lindos sobre isso.
Adorei sua visita.Volte sempre.
E deixa o end de seu blog para eu opder te visitar tbém. bjus querida.

Meire disse...

minha querida, que tesouro você tem, eu também tenho uma coberta feita pela minha vovó, foi feita no tear de pente liço.
parabéns pelo blog, está perfeito.
Beijos.

Sandra Caldas Lourenço disse...

Suely, que linda história e que maravilhosa homenagem à sua avó. Temos algumas coisas em comum: uma avó chamada Alice (eu amava muito a minha), a paixão pelo patchwork e pelas artes em geral. Grande beijo e muitas flores no seu jardim.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...